Prezado(s),
Esse formulário foi desenvolvido em parceria com as Universidades Mineiras(*) atuantes no Sistema Universidade Aberta do Brasil. Esse instrumento visa mapear a demanda atual existente para cursos na modalidade Educação a Distância.

Sua participação é muito importante para que tenhamos o cenário real de demandas e possamos trabalhar para novas ofertas. Contamos com a sua participação!

(* UEMG – Universidade do Estado de Minas Gerais, IFNMG – Instituto Federal do Norte de Minas Gerais, UFSJ – Universidade Federal de São João del-Rei, UFLA – Universidade Federal de Lavras, IFTM – Instituto Federal do Triângulo Mineiro, UFTM – Universidade Federal do Triângulo Mineiro, UFOP – Universidade Federal de Ouro Preto, UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais, UFU – Universidade Federal de Uberlândia, UNIFAL – Universidade Federal de Alfenas
UNIFEI – Universidade Federal de Itajubá, UNIMONTES – Universidade Estadual de Montes Claros, UFJF – Universidade Federal de Juiz de Fora, UFVJM – Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri)

 

Participe Aqui !

Consulte aqui a lista dos candidatos selecionados.

AVALIAÇÃO JANEIRO DE 2018:

Conforme monitoramento da regularidade na alimentação do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) realizado pelo Ministério da Saúde em 02 de Janeiro de 2018, considerando as notificações individuais constantes na lista de notificação compulsória ou notificações negativas ou de surto ou de epizootias, encaminhadas/recebidas via SISNET e processadas na base de dados nacional entre os dias 07/12/2017 a 02/01/2017 (data de exportação das bases de dados nacional utilizadas na avaliação), os municípios relacionados no arquivo disponibilizado abaixo encontram-se irregulares na alimentação do SINAN, com alerta de bloqueio no repasse de recursos do Piso Fixo de Vigilância em Saúde (PFVS) e Piso Variável de Vigilância em Saúde (PVVS), por não estarem até essa data de avaliação em conformidade com os parâmetros definidos nas Portarias: GM/MS nº 1.378/2013 (artigos 33,36 e 39) e a GM/MS nº 47/2016 (artigo 3º e 5º).

 

Períodos – Janeiro/2018

P1

201608 a 201615

P2

201612 a 201619

P3

201616 a 201623
P4

201620 a 201627

P5

201624 a 201631
P6

201628 a 201635

P7

201632 a 201639

P8

201636 a 201643

P9

201640 a 201647

P10

201644 a 201651

P11

201648 a 201703

P12

201652 a 201707

P13

201704 a 201711

P14

201708 a 201715

P15

201712 a 201719

P16

201716 a 201723

P17

201720 a 201727

P18

201724 a 201731

 

Sendo assim, é necessário que seja regularizada a alimentação do SINAN pelos municípios relacionados com irregularidade, de modo a não bloquear o recebimento dos recursos financeiros.

Os municípios são avaliados mensalmente quanto à alimentação das bases de dados e considera-se situação irregular na alimentação do SINAN, aqueles que não registrarem no período de 8 (oito) semanas epidemiológicas consecutivas dentro do período avaliado.

Fonte: Ministério da Saúde e Coordenadoria de Processamento de Dados Epidemiológicos/SESMG – Relatório parcial de avaliação da alimentação regular do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN).

Consulte aqui os municípios irregulares: Monitoramento da regularidade de alimentação do SINAN, mês Janeiro/2018